INÍCIO

 

EMPRESA

 

CONSULTÓRIO

 

LENTES

 

LOCALIZAÇÃO

 

 

 

MARQUE JÁ A SUA CONSULTA

 

Dispomos de equipamentos complementares de diagnóstico de última geração, que possibilitam a realização, no local, de exames optométricos, avaliando os cuidados principais da saúde ocular. A equipa conta com optometristas licenciados, especializados nos cuidados da visão.

 

PROBLEMAS E DOENÇAS OCULARES

 

Esta página pretende dar informação em linguagem simples sobre diversas doenças oculares. Conhecer as doenças e saber preveni-las é importante para a sua saúde. Em caso de doença, estas informações nunca deverão substituir a consulta médica.

 Defeitos Refractivos (miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia.

Os problemas visuais mais frequentes são os defeitos refractivos. Estes dizem respeito a um conjunto de alterações nos quais há uma focagem inadequada das imagens na retina. São, na grande maioria, facilmente corrigidos com óculos ou lentes de contacto. Em casos mais raros a cirurgia poderá ser uma opção.

É importante saber-se que:

Muitas alterações da visão não são defeitos refractivos (várias doenças oculares e não oculares levam a perturbações visuais); alguns defeitos refractivos podem ter como causa certas doenças que só um médico oftalmologista poderá avaliar correctamente.

MIOPIA

 

É uma situação em que a imagem é focada à frente da retina e traduz-se por uma dificuldade de visão ao longe. Um olho míope é normalmente maior que o normal e é mais propenso a algumas doenças (ex. glaucoma, descolamento de retina, etc.) pelo que carece de uma atenção especial por parte do médico oftalmologista.

HIPERMETROPIA

 

É um defeito refractivo caracterizado por dificuldade de visão ao perto. Provoca habitualmente fadiga ocular e até dores de cabeça com o trabalho mais minucioso ou com a leitura, pela exigência aumentada de focagem a que os olhos são solicitados. Um olho hipermétrope é habitualmente mais pequeno que o normal e a “resistência” à hipermetropia diminui com a idade. Pode ser a causa do mau aproveitamento escolar de uma criança.

ASTIGMATISMO

 

Corresponde a uma qualidade visual desigual consoante o eixo visual em causa. Resulta na maioria dos casos a uma curvatura desigual da córnea provocando uma visão distorcionada. Pode ocorrer isoladamente ou associado aos outros defeitos refractivos.

PRESBIOPIA (OU VISTA CANSADA)

 

Corresponde à dificuldade de visão ao perto que é normalmente sentida a partir de certa idade (por volta dos 45 anos). É devida à perda de elasticidade progressiva do cristalino fruto da idade.

CATARATA

 

O que é uma catarata?

A toda e qualquer alteração da transparência do cristalino, chama-se catarata.

 

Quais as causas da catarata?

São mais frequentemente resultado do normal envelhecimento mas podem também ser congénitas ou devidas a uma variedade de outros factores como por exemplo:

traumatismos, doenças crónicas dos olhos ou doenças sistémicas (de todo o organismo) como a diabetes.

 

Quais os sintomas de catarata?

Habitualmente a catarata resulta numa turvação da imagem mas várias outras queixas poderão resultar da sua presença. O diagnóstico deverá ser sempre feito através da observação por um médico oftalmologista.

 

Como se tratam as cataratas?

O principal tratamento das cataratas é cirúrgico. A operação às cataratas consiste na remoção da parte do cristalino opacificado e na colocação de um “cristalino artificial” dentro do globo ocular (lente intra-ocular) levando à recuperação visual. Existem várias formas de se realizar a cirurgia da catarata mas a mais actual e evoluida denomina-se facoemulsificação.

GLAUCOMA

 

O que é o glaucoma?

É uma doença dos olhos na qual vai havendo uma progressiva subida da tensão ocular levando a diminuição da visão (podendo mesmo chegar à cegueira). Há vários tipos de glaucoma mas o mais frequente (e aquele a que se dedica este texto) é o glaucoma de ângulo aberto.

 

Porque sobe a tensão ocular?

Há um líquido transparente que circula de dentro para fora do globo ocular (humor aquoso). Nas pessoas com glaucoma, e por razões ainda pouco conhecidas, este líquido começa a ter dificuldade de sair do globo ocular levando a um aumento da tensão ocular.

Quais os sintomas e os perigos do glaucoma? O aumento da tensão ocular, se não detectado e devidamente tratado, leva à “morte” lenta e progressiva do nervo responsável pela visão (nervo óptico). Estas alterações provocam uma perda da visão (em especial do nosso campo de visão). O glaucoma só dá sintomas numa fase avançada da doença e as alterações na visão só são sentidas pelo doente quando o nervo óptico já tem lesões graves e irreversíveis.

Contacto
Centro Óptico de Espinho
(Espinho)
Espinho - CONSULTORIO


Temos o MELHOR para os seus OLHOS

Rua 20 584
4500-265 ESPINHO
220 422 808
227 319 997
Mapa do site